10 brasileiros que jogaram a final do Mundial de Clubes e você não se lembra

Leandro Bastos /

Mundial de Clubes da Fifa: Confira uma seleção mais que especial de 10 jogadores que disputaram a decisão da competição e você provavelmente não se lembra

10 Brasileiros que jogaram a final do Mundial de Clubes e você não se lembra

No meio de muitas incertezas de como será seu formato no futuro, o Mundial de Clubes da Fifa chega a sua 18ª edição no Emirados Árabes Unidos. As semifinais estão definidas. Palmeiras x Al Ahly e Al Hilal x Chelsea disputam o título de campeão do mundo da temporada 2021. Muita coisa pode acontecer em Abu Dhabi e nós estamos de olho. Sempre com os melhores prognósticos e promoções para as melhores apostas.

Neste clima de reta final do Mundial de Clubes da Fifa 2021, nós resolvemos fazer uma seleção mais que especial de 10 jogadores que disputaram a decisão da competição e você provavelmente não se lembra. Alguns foram ou são craques. Outros, nem tanto. O fato é que para chegar na lista dos 10 precisamos deixar muita gente no meio do caminho.

Confira nossa seleção com 10 jogadores que estavam em uma Final de Mundial de Clubes

Amaral – Vasco da Gama 2000

O Vasco da Gama de 2000 tinha uma verdadeira seleção. Muitos vão se lembrar da dupla Edmundo e Romário. Amaral, um personagem folclórico da história do nosso futebol, estava naquele time que perdeu a decisão do primeiro Mundial de Clubes organizado pela Fifa.

Conhecido recentemente pela sua participação no reality show ‘A Fazenda’ e por suas histórias engraçadas, Amaral foi um grande volante do futebol brasileiro dos anos 90. Ele teve passagens importantes por equipes como Palmeiras, Corinthians e Vasco e chegou a ser convocado muitas vezes para a seleção brasileira.

Grafite – São Paulo 2005

Quando imaginamos o São Paulo de 2005 levantando a taça de campeão do mundo da Fifa, lembramos imediatamente da grande atuação de Rogério Ceni, do gol de Mineiro e Aloísio Chulapa, o centroavante titular daquela equipe. O que pouca gente lembra é que Grafite estava naquele elenco e chegou a entrar no lugar de Aloísio na histórica decisão contra o Liverpool.

Com passagens importantes pelo São Paulo e Wolfsburg, da Alemanha, entre outros, Grafite chegou à seleção brasileira e acumulou convocações de 2005 até 2010. Hoje, o centroavante é um dos bons comentaristas dos canais da Rede Globo.

Iarley – Internacional 2006

Muita gente se lembra do gol improvável de Adriano Gabiru na decisão do Mundial de Clubes de 2006. O Internacional que superou o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho tinha nomes como Fernandão, Alexandre Pato e Clemer. Caso você não seja torcedor do colorado, provavelmente você não se lembrava que Iarley estava naquele time.

A trajetória de Iarley no futebol é bastante interessante. Ele foi do Real Madrid B até a equipe principal da capital espanhola em 1999, mas acabou estourando para o mundo no Paysandu em 2003. Com passagens por clubes como Boca Juniors, Internacional e Corinthians, ele nunca foi considerado um super craque, mas sempre teve seu papel importante por onde jogou.

Anderson – Manchester United 2008

O Manchester United venceu a LDU na decisão do Mundial de Clubes de 2008. O astro daquele time era Cristiano Ronaldo. Pouca gente lembra, mas o volante Anderson era uma das peças importantes no meio de campo da equipe que venceu a Champions League e a competição da Fifa.

Revelado pelo Grêmio, Anderson sempre será lembrado pela “Batalha dos Aflitos” de 2005. Quando o tricolor conseguiu uma improvável vitória sobre o Náutico e voltou para a primeira divisão.

Júlio César – 2010 Internazionale

Em 2010, a primeira grande zebra do Mundial de Clubes Fifa apareceu. O Mazembe eliminou o Internacional, de Porto Alegre, nas semifinais e chegou para a decisão contra a poderosa Internazionale, da Itália. Essa final acabou um pouco esquecido na cabeça do brasileiro em geral.

A Inter venceu por sonoros 3 a 0. O goleiro Júlio César que não conseguiu levantar o maior caneco do mundo com a seleção brasileira no mundial da Alemanha, mas conquistou com seu clube.

Revelado pelo Flamengo, Júlio César esteve presente em convocações para a seleção brasileira de 2003 até 2014. Sendo titular de uma grande geração, ele acabou ficando taxado por “falhas” nos gols da Holanda na Copa de 2010. Mesmo ano em que levantou o troféu de Campeão Mundial de clubes com a Inter.

Ibson – Santos 2011

O Santos de 2011 sempre será lembrado como a geração de Neymar e Ganso. O time treinado por Muricy Ramalho encarou um dos melhores times de futebol de todos os tempos na decisão, o Barcelona, de Xavi, Iniesta e Messi. O resultado foi um sonoro 4 x 0 para a equipe espanhola. O que pouca gente se lembra é que Ibson entrou naquela partida no lugar de Paulo Henrique Ganso.

Revelado pelo Flamengo, Ibson era uma grande promessa. Passou pelo Porto, Santos, Corinthians, Bologna, Sport, Tombense e etc, mas nunca conseguiu se firmar.

David Luiz – Chelsea 2012

Em 2012, o Chelsea conseguiu uma improvável conquista da Champions League e chegou ao Mundial de Clubes sem saber muito bem o que queria. Encarou um Corinthians muito bem organizado pelo técnico Tite e ficou com o vice da competição organizada pela Fifa. David Luiz, atual zagueiro do Flamengo, estava naquele time.

Com passagens pela seleção brasileira, David Luiz ficou muito conhecido pelo choro na Copa do Mundo de 2014. É um bom defensor, mas sempre esteve avaliado acima do que realmente apresentou em campo.

Jorge Henrique – Corinthians 2012

Na mesma final de 2012, o Corinthians sempre será lembrado pelas grandes defesas de Cássio e pelo gol do peruano Paolo Guerreiro. Ao menos que você seja corintiano, você não deve ter claro que Jorge Henrique era um dos atacantes daquela equipe.]

Se não era tecnicamente brilhante, Jorge Henrique carregava o piano no Corinthians de Tite. Fazia uma cobertura defensiva importante, tinha velocidade e conseguia segurar a bola no campo de ataque.

Dante – Bayern de Munique 2013

Em 2013, o Bayern de Munique venceu a final do Mundial de Clubes da Fifa sobre o Raja Casablanca. Outra final que é pouco lembrada pelos brasileiros. Dante era titular do time alemão na oportunidade.

Atual zagueiro do Nice, Dante ficou muito conhecido por aqui no fatídico 7 a 1 da Alemanha na Copa de 2014. Ele era reserva da seleção brasileira de Felipão, mas entrou no lugar de Thiago Silva, já que “conhecia os alemães”.

Jael – Grêmio 2017

O Grêmio de 2017 jogou contra o poderoso Real Madrid de Cristiano Ronaldo e companhia. O time que era treinado por Renato Gaúcho conseguiu criar algumas chances e se defendeu bem, mas não resistiu e acabou ficando com o vice naquele ano. O que pouca gente se recorda é que o camisa 9 daquele time estava no banco de reservas e entrou no lugar do paraguaio Lucas Barrios. Jael Cruel participou da final do Mundial de Clubes.

Jogando atualmente no Ceará, Jael “Cruel”, como ficou conhecido, tem um currículo de mais de três páginas. Com 33 anos, ele já passou por nada menos que 19 clubes. Esteve em time da Suécia, da Coreia do Sul, e nos quatro cantos do Brasil.

Como apostar no Mundial de Clubes 2021

Guia Mundial de Clubes 2021: Palmeiras

Aposte em quem será o campeão do Mundial de Clubes com a Sportsbet.io

Somente para maiores de 18 anos –  Essas odds representam o momento da publição deste artigo. Elas podem mudar de acordo com o desenrolar da competição. 

Perguntas mais frequentes Mundial de Clubes 2021

Como assistir ao Mundial de Clubes da Fifa?

O Grupo Bandeirantes comprou os direitos de transmissão do Mundial de Clubes 2021 com exclusividade para todas as mídias. A Band vai transmitir todos os jogos do Mundial na TV aberta (Band), TV fechada (BandSports), internet e rádios (Bandeirantes e BandNews FM).

A Band transmitirá seis confrontos: as duas quartas de final – entre Al Hilal x Al Jazira, e Al Ahly vs Monterrey –; as semifinais – que terão Chelsea e Palmeiras, além é, claro, da decisão pelo terceiro lugar e a final.

Onde assistir ao Mundial de Clubes 2021?

Os jogos do Palmeiras terão narração de Ulisses Costa e comentários de Edmundo e Velloso na Band. Já as partidas do Chelsea, contam com narração de Sérgio Maurício. No BandSports, as partidas palmeirenses terão Oliveira Andrade e Fábio Piperno ancorando a transmissão.

A Rádio Bandeirantes fará a retransmissão da equipe da Band em TV aberta. Por sua vez, a BandNews FM terá equipe própria, com Marcelo do Ó e comentários de Denilson.

Leandro Bastos

Jornalista desde 2010, soma passagens pelo Terra, IG e Grupo Bandeirantes. Como repórter, esteve em partidas da Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Champions League. Como editor, participou da cobertura de dois jogos olímpicos e duas Copas do Mundo. Integra o time de autores do BettingPro Brasil desde 2020. Fã de esportes, acompanha as principais partidas, eventos e as tendências dos mercados de apostas diariamente. Um apaixonado por competição. Atleta amador disputa provas de triathlon, ciclismo e corrida pela Europa e pelo Brasil.

View all posts by Leandro Bastos