Tem mais de 18 anos?

Se você não tiver mais de 18 anos, não poderá acessar a página.

Este site é apenas para adultos com mais de 18 anos.

Palpite Palmeiras x São Paulo | Final Paulistão

Leandro Bastos /
AbelCrespo

Palpite Paulistão: Palmeiras x São Paulo, em quem apostar no primeiro jogo da final? Verdão despachou o Corinthians e decidirá o estadual contra o São Paulo. Tricolor faz uma grande campanha.

LEIA MAIS: Como apostar em jogos do Campeonato Brasileiro

Palpite Paulistão: Palmeiras x São Paulo (Quinta-feira, 22h). Análise da partida

Palmeiras x São Paulo decidirão o Campeonato Paulista 2021. Por ter feito a melhor campanha da competição, o Tricolor tem a vantagem de jogar a partida de volta em seus domínios. A ida será realizada no Allianz Parque. Nas semifinais, o Verdão despachou o Corinthians em uma partida muito tranquila. O Time do Morumbi atropelou o Mirassol. Qual o palpite para Palmeiras x São Paulo? Quem vence o Choque-Rei?

Palmeiras x São Paulo jogam a primeira partida da decisão do Paulistão 2021 no quinta-feira (20), às 22h, no Allianz Parque. A partida de volta será disputada no domingo (23), no Morumbi, às 16h.

LEIA MAIS
Como apostar em escanteios: Tudo o que você precisa saber
Confira como apostar e ganhar dinheiro com futebol

Palpite Paulistão: Palmeiras x São Paulo. Melhores odds ao vivo


Procurando as últimas probabilidades ao vivo, mas não tem certeza de como usar esse recurso? Leia nosso passo a passo sobre como obter as melhores odds ao vivo para os esportes em que deseja apostar.

Palpite Paulistão: Palmeiras segura ataque do São Paulo e vence no Allianz?

Deixaram o campeão chegar. Desacreditado, jogando a primeira fase com um time cheio de garotos, o Palmeiras entrou em campo com o que tem de melhor no clássico contra o Corinthians e massacrou seu principal rival fora de casa. O Verdão fez 2 x 0, mas a sensação é que poderia ter sido mais. Vitor Luis e Luiz Adriano fizeram os gols do Palestra.

O resultado acabou derrubando o treinado do Timão, Vagner Mancini. E não era pra menos. Muito inferior tecnicamente e taticamente, o Corinthians viu o Palmeiras passear em seu estádio. Foi um caminhão de chances desperdiçadas. Raphael Veiga e Vitor Luis carimbaram a trave. No final, a sensação é que o próprio treinador português Abel Ferreira pedia para seu time administrar o placar e poupar um pouco as pernas.

Antes de começar a decisão contra o São Paulo, o Palmeiras entra em campo contra o Defensa y Justicia pela Copa Libertadores já nesta terça-feira.

O Palmeiras de Abel Ferreira cresceu. O time que foi campeão da Libertadores jogava em 4 -4 2. O treinador português mudou. Agora, o Verdão joga no 3 – 5 – 2. Além de aumentar a consistência defensiva de um time que já sofria poucos gols, Abel conseguiu fazer com que Rony e Luiz Adriano joguem mais juntos. O resultado é extremamente positivo. Um dos gols contra o Corinthians saiu de uma tabela dos dois na entrada da área.

Palpite Paulistão: São Paulo fura defesa do Palmeiras e vence a primeira?

O São Paulo de Hernán Crespo tem desfilado neste Paulistão. Depois de vencer a Ferroviária por 4 x 2 nas quartas, o Tricolor voltou a enfiar 4 no Mirassol, mas, desta vez, não sofreu gols. Arboleda, Pablo, Gabriel Sara e Luciano fizeram os gols de um time que tem mostrado um repertório de jogadas muito interessante.

Sempre comandado pelo meia Benítez, o Tricolor chega pelas pontas, pelo meio, chuta de longe, cruza e tem uma bola parada muito forte. O treinador argentino conseguiu corrigir as falhas da saída defensiva do ano passado, mas manteve a característica de posse de bola. Ponto para Crespo. Mesmo quando não vence, o São Paulo cria alguma oportunidade de gol. A equipe chega.

Antes da primeira final contra o Palmeiras, o São Paulo volta a campo terça, às 21h30, no Morumbi, contra o Racing, pela Libertadores da América. A maratona de jogos é grande para os dois times.

Palpite Paulistão: Palmeiras x São Paulo, quem mais venceu o Choque-Rei?

Como todos os grandes clássicos do Brasil, as contas do Choque-Rei podem variar de acordo com quem as conta. Segundo os números mais utilizados, as duas equipes já se enfrentaram 326 vezes, com 110 vitórias do Tricolor e 109 do Verdão. Outras 107 jogos terminaram empatados. Um equilíbrio impressionante que se reflete até no número de gols. O São Paulo já balançou as redes 429 vezes, o Palmeiras, 430.

Essa será a nona final de estadual entre São Paulo e Palmeiras, o Choque-Rei. Nas oito anteriores, o Tricolor venceu três (1943, 1971 e 1992) e o Verdão cinco (em 1933, 1942, 1944, 1950 e 1972).

Palpite Palmeiras x São Paulo | Final Paulistão

O prognóstico para a primeira final entre Palmeiras x São Paulo aponta favoritismo para os donos da casa. O Palestra de Abel Ferreira tem se mostrado muito consistente quando o jogo é pra valer. Na temporada passada, venceu todos os confrontos de mata-mata que disputou. A proposta de jogo vai encaixar com o que o São Paulo apresenta. O Verdão vai tentar desarmar e chegar rápido na frente.

Do outro lado, se o São Paulo conseguir marcar um gol antes, a coisa pode complicar bastante. A proposta de jogo das duas equipes é bem definida. Um time é avassalador, goleador. O outro pragmático, faz estritamente o necessário. Os dois dão resultados. Será interessante ver os dois estilos numa final. Partida boa para aposta em tempo real.

Sujeito a termos e condições aplicáveis pela empresa, de acordo com o ato de confirmação de compra e de apostas.

Sujeito a termos e condições aplicáveis pela empresa, de acordo com o ato de confirmação de compra e de apostas.

 

Leandro Bastos

Jornalista desde 2010, soma passagens pelo Terra, IG e Grupo Bandeirantes. Como repórter, esteve em partidas da Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Champions League. Como editor, participou da cobertura de dois jogos olímpicos e duas Copas do Mundo. Integra o time de autores do BettingPro Brasil desde 2020. Fã de esportes, acompanha as principais partidas, eventos e as tendências dos mercados de apostas diariamente. Um apaixonado por competição. Atleta amador disputa provas de triathlon, ciclismo e corrida pela Europa e pelo Brasil.

Ver todas os artigos de Leandro Bastos