Tem mais de 18 anos?

Se você não tiver mais de 18 anos, não poderá acessar a página.

Este site é apenas para adultos com mais de 18 anos.

Copa do Mundo de 2014: mundial no Brasil

Copa do Mundo de 2014: mundial no Brasil

Após 64 anos de espera, em 2014, o Brasil voltou a ser a sede de uma edição da Copa do Mundo da FIFA. Se, em 1950, mesmo alcançando o vice-campeonato, os torcedores brasileiros ficaram traumatizados no episódio do “Maracanaço”, desta vez o objetivo era colocar um fim neste fantasma. Porém, essa história não teve um final feliz.

Venha com a gente nesta retrospectiva que Betting Pro preparou com muito carinho. Relembre os melhores — e os piores, porque não — momentos deste mundial, que marcou a vida de muitos fãs de futebol. Vamos começar!

Abertura do mundial

A Copa do Mundo do Brasil começou no dia 12 de junho de 2014, uma quinta-feira. No jogo de estreia, Brasil x Croácia no estádio Arena Corinthians, em São Paulo.

Como acontece desde a primeira edição do mundial, antes do início da partida houve uma cerimônia de abertura, com apresentação de cantores nacionais e internacionais, e discursos da presidenta Dilma e dos executivos da FIFA.

No jogo, o Brasil saiu perdendo com o gol contra do lateral Marcelo, aos 11 minutos do primeiro tempo. O empate da Seleção chegou aos 28 minutos, gol de Neymar — era a estreia do craque em mundiais.

Abertura da Copa na Arena Corinthians, em São Paulo.

Foi também através dos pés do menino Ney que o Brasil virou o jogo, aos 26 minutos do segundo tempo, em uma cobrança de pênalti. Para fechar o placar em 3 a 1, Oscar marcou o terceiro no último minuto de jogo. Era uma boa estreia, apesar do sofrimento.

Países participantes

Desde a Copa do Mundo da França, em 1998, o mundial da FIFA conta com a participação de 32 países. Veja abaixo as seleções que disputaram a Copa do Mundo de 2014 divididas em seus grupos da primeira fase

Grupo A

  • Brasil
  • México
  • Croácia
  • Camarões

Grupo B

  • Holanda
  • Chile 
  • Espanha
  • Austrália

Grupo C

  • Colômbia
  • Grécia
  • Costa do Marfim
  • Japão

Grupo D

  • Costa Rica
  • Uruguai
  • Itália
  • Inglaterra

Grupo E

  • França
  • Suíça
  • Equador
  • Honduras

Grupo F

  • Argentina
  • Nigéria
  • Bósnia e Herzegovina
  • Irã

Grupo G

  • Alemanha
  • Estados Unidos
  • Portugal
  • Gana

Grupo H

  • Bélgica
  • Argélia 
  • Rússia
  • Coreia do Sul

Países estreantes

No mundial de 2014, houve apenas 1 país estreante, a Bósnia e Herzegovina, do leste europeu. A seleção bósnia disputou o Grupo F, terminando a competição no 3.º lugar do grupo, com 3 pontos em 3 jogos, sendo 1 vitória (3 a 1 contra o Irã) e duas derrotas, 4 gols marcados e 4 sofridos.

Bósnia, estreante, marca gol contra a Argentina.

Estádios da Copa do Mundo 2014

A Copa do Mundo de 2014 teve 12 cidades sedes e 12 estádios. Destes, 7 estádios novos, construídos para o mundial. Os outros 5 foram reformados para se adequarem ao “padrão FIFA” exigido.

  • Rio de Janeiro: Estádio do Maracanã (palco da final);
  • Brasília: Estádio Nacional Mané Garrincha; 
  • São Paulo: Arena Corinthians (palco da abertura);
  • Belo Horizonte: Estádio do Mineirão (palco do trágico 7 a 1);
  • Fortaleza: Estádio Castelão;
  • Porto Alegre: Estádio Beira-Rio;
  • Salvador: Arena Fonte Nova;
  • Recife: Arena Pernambuco;
  • Cuiabá: Arena Pantanal;
  • Curitiba: Arena da Baixada;
  • Natal: Estádio das Dunas;
  • Manaus: Arena Amazônia.
Maracanã, assim como em 1950, foi o palco da final da Copa.

Convocados da Seleção para o mundial

Veja quem foram os 23 jogadores convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão:

Goleiros:

  • 1: Jefferson (Botafogo)
  • 12: Júlio César (Toronto FC)
  • 22: Victor (Atlético-MG)

Zagueiros:

  • 3: Thiago Silva (PSG)
  • 4: David Luiz (Chelsea)
  • 13: Dante (Bayern de Munique)
  • 15: Henrique (Napoli)

Laterais direitos: 

  • 2: Daniel Alvez (Barcelona)
  • 23: Maicon (Roma)

Laterais esquerdos: 

  • 6: Marcelo (Real Madrid)
  • 14: Maxwell (PSG)

Meio-campistas:

  • 5: Fernandinho (Manchester City)
  • 8: Paulinho (Tottenham)
  • 11: Oscar (Chelsea)
  • 16: Ramires (Chelsea)
  • 17: Luiz Gustavo (Wolfsburg)
  • 18: Hernanes (Inter de Milão)
  • 19: Willian (Chelsea)

Atacantes: 

  • 7: Hulk (Zenit)
  • 9: Fred (Fluminense)
  • 10: Neymar (Barcelona)
  • 20: Bernard (Shakhtar Donetsk)
  • 21: Jô (Atlético-MG)
Time titular do Brasil na Copa de 2014.

Campanha da Seleção na Copa de 2014

Se olharmos friamente, analisando somente os números, a campanha da Seleção Brasileira nos jogos do mundial não parece tão ruim. O Brasil finalizou a competição em 4.º lugar, com 3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

Porém, os números não falam sobre a experiência. Tal como em 1950, o mundial de 2014 foi também muito traumatizante para o torcedor brasileiro — talvez até mais traumático.

Brasil na primeira fase

Por ser o país sede, o Brasil estava no Grupo A da Copa, ao lado de México, Croácia e Camarões. A partida de estreia da Seleção foi contra a Croácia, no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo.

  • 12/06/2014 – Brasil 3 x 1 Croácia – Arena Corinthians, São Paulo;
  • 17/06/2014 – Brasil 0 x 0 México – Arena Castelão, Fortaleza;
  • 23/06/2014 – Camarões 1 x 4 Brasil – Estádio Nacional, Brasília.

O Brasil terminou a fase de grupos na primeira posição, com 7 pontos ganhos, 2 vitórias e 1 empate. O México foi o segundo colocado, também com 7 pontos, mas com saldo de gols inferior.

Oitavas-de-final

Classificado como 1.º do Grupo A, o Brasil enfrentou o Chile, 2.º colocado do Grupo B. A partida foi mais dura que o esperado. Com o empate por 1 a 1 no tempo normal e prorrogação, a decisão foi nos pênaltis. Vitória e classificação brasileira por 3 a 2.

  • 28/06/2014 – Brasil 1 (3) x (2) 1 Chile – Estádio do Mineirão

Quartas-de-final

Novamente, o adversário brasileiro seria outro país sul-americano, a Colômbia. O time havia se classificado em 1.º lugar no Grupo C e contava com o atacante James Rodríguez em ótima forma. Porém, o Brasil foi dominante e venceu o jogo por 2 a 1.

A nota triste da partida foi a contusão do atacante Neymar, após choque violento contra o lateral direito colombiano Juan Zúñiga. Devido à gravidade da lesão, o atacante foi cortado e não participou do restante do mundial.

  • 04/07/2014 – Brasil 2 x 1 Colômbia – Estádio Castelão, Fortaleza.

Tragédia das semifinais

Ninguém poderia imaginar que a Copa de 2014 pudesse ser mais traumática que a de 1950. Quando o Brasil chegou à semifinal contra a Alemanha, por mais que a seleção europeia fosse a favorita, havia uma expectativa de vitória, mesmo sem o craque Neymar.

A expectativa começou a desmoronar aos 11 minutos do primeiro tempo com o gol do alemão Müller. Aos 23, começaram os piores minutos da história do Brasil em copas do mundo. Em apenas 5 minutos, a Alemanha marcou 4 gols.

Alemães comemoram mais um gol contra o Brasil.

O espanto era geral, dos torcedores, dos jogadores brasileiros, da imprensa, da comissão técnica e, inclusive, dos alemães. O placar do final do primeiro tempo marcava de 5 a 0.

O segundo tempo seria a batalha épica por uma virada história ou a continuação de um massacre. Na verdade, nenhum dos dois cenários aconteceu. A Seleção Brasileira, visivelmente abalada, não tinha força para atacar; a Alemanha estava claramente com o pé no freio.

Mesmo em ritmo mais lento, os alemães ainda marcaram dois gols. O Brasil conseguiu fazer seu gol de “honra” no último minuto da partida.

Final de jogo, 7 a 1, placar que entrou para história do futebol mundial e virou metáfora nacional para todo tipo de situação ruim.

  • 08/07/2014 – Brasil 1 x 7 Alemanha – Estádio do Mineirão, Belo Horizonte.

Disputa de 3.° lugar

Restava ao Brasil mais um jogo, a disputa de 3.º lugar contra a Holanda. A pergunta que pairava antes da partida era: qual seria a condição emocional dos jogadores?

A resposta veio logo, aos 3 minutos do primeiro tempo, gol de pênalti da Holanda. Aos 17, 2 a 0 para os holandeses. Parecia que outra tragédia se anunciava. Felizmente, a Holanda não era a Alemanha. No fim do jogo, o placar era de “somente” 3 a 0.

  • 12/07/2014 – Brasil 0 x 3 Holanda – Estádio Nacional, Brasília.

Final da Copa do Mundo de 2014

Pela terceira vez, Alemanha e Argentina se enfrentaram em uma final de Copa do Mundo. A primeira vez, em 1986, os Hermanos conquistaram o bicampeonato mundial com uma exibição épica de Dom Diego Armando Maradona.

A segunda final aconteceu na Copa do Mundo seguinte, em 1990. Desta vez, a sorte estava ao lado dos alemães, que chegaram ao tricampeonato mundial. A final da Copa de 2014 seria o desempate.

Como em 1990, após um 0 a 0 no tempo normal, o jogo foi decidido na prorrogação. O gol do tetracampeonato alemão veio nos pés do jovem atacante Mario Götze, aos 8 minutos do segundo tempo da prorrogação. Alemanha campeã!

  • 13/07/2014 – Alemanha 1 x 0 Argentina – Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro.
Alemanha conquista o tetracampeonato mundial.

Perguntas frequentes

Quem eliminou o Brasil na Copa do Mundo de 2014?
Na Copa do Mundo de 2014, o Brasil foi eliminado nas semifinais contra a Alemanha, na fatídica partida dos 7 a 1. Este jogo entrou para a história com a pior derrota da Seleção Brasileira em Copas do Mundo.
Quais os finalistas da Copa de 2014?
Os finalistas da Copa do Mundo de 2014 foram a Alemanha e a Argentina. Esta foi a terceira final entre ambos os países, cada um havia vencido uma vez: em 1986, a Argentina, e em 1990, a Alemanha. Portanto, este foi como um jogo de desempate. 
Quem foi o artilheiro da Copa do Mundo 2014?
O artilheiro da Copa do Mundo de 2014 foi o atacante colombiano James Rodríguez, com 6 gols marcados em 5 jogos disputados. Na época, o jogador tinha apenas 23 anos, jogava no time do Mônaco e fazia sua estreia em uma Copa do Mundo.
Quantos gols Neymar fez na Copa de 2014?
O craque brasileiro marcou 4 gols em 5 jogos e se tornou o artilheiro do Brasil naquele mundial, mesmo fora das duas últimas partidas da Seleção. Aos 22 anos, então jogador do Barcelona, esta era a primeira Copa do Mundo de Neymar.