eSports: Como apostar nos mais games mais amados pelos brasileiros

eSports: LoL e outros jogos que não saem da cabeça dos gamers brasileiros. Aqui você aprende como pode faturar com eles.

O Brasil é o lar de uma das maiores e mais apaixonadas comunidades de fãs eSports,  jogadores profissionais e membros do público em todo o mundo e está crescendo rapidamente todos os dias. Com várias ligas de eSports estabelecidas para Counter-Strike: Global Offensive, Dota 2, League of Legends e muitos outros esportes futuros, não é surpresa que mais e mais brasileiros desejem assistir seus jogos favoritos disputados profissionalmente.

Se você mora no Brasil e deseja apostar nos seus torneios, equipes e jogadores internacionais e nacionais de esports favoritos, o BettingPro montou um guia de onde encontrar os sites de apostas esportivas mais seguros e melhores, com métodos de depósito e retirada seguros na moeda real brasileira, Bônus de inscrição em reais (R$) e todos os mais recentes mercados de apostas de eSports, não apenas os grandes jogos como CS: GO e LoL, mas também estrelas em ascensão como Halo, Hearthstone, Overwatch e Rocket League. Mantenha a BettingPRo em seus favoritos, que o manteremos atualizado sobre as alterações mais recentes nas apostas de eSports brasileiras.

Quão popular os eSports são no Brasil?

Segundo informações do NewZoo, existem mais de 11,4 milhões de entusiastas de eSports registrados no Brasil em 2017. Além do resto da América Latina, esses fãs brasileiros foram responsáveis ​​por 2% dos US$ 32 milhões em receita total de ingressos obtidos nos principais eventos de esports de 2016 (cerca de US $ 640.000) e houve cerca de 16 eventos profissionais de jogos realizados na região (de 424) naquele ano, com prêmios acima de US$ 5.000. O Brasil e o resto da América Latina também responderam por 1% do total registrado em US$ 93,3 milhões em prêmios para grandes eventos entregues aos vencedores de esports em 2016 (cerca de US $ 933.000).

O Brasil é um dos mercados de videogame mais fascinantes do mundo. São mais de 66,3 milhões de jogadores no Brasil que gastaram US$ 1,3 bilhão em 2017, tornando-se o 13º maior mercado de videogames do mundo, de acordo com o NewZoo. Cerca de 41% dos jogadores de console no Brasil são mulheres, principalmente entre 21 e 35 anos, e a receita de jogos para celular dos 79,6 milhões de usuários de smartphones registrados no país deverá eclipsar as receitas de jogos para PC e console combinadas até 2019. Claramente, o Brasil adora seus esports e videogames.

eSports LoL: Quais os jogos que os brasileiros amam jogar?

Battlefield
Call of Duty
Counter-Strike
Global Offensive
Dota 2
FIFA Football/Soccer
Halo
Hearthstone: Heroes of Warcraft
Heroes of the Storm
League of Legends
Overwatch
PUBG
Rocket League
Smite
Starcraft II
Street Fighter
Super Smash Bros
World of Tanks

Lembre-se, você não precisa aprender sobre todos esses jogos. No entanto, você definitivamente deve aprender sobre qualquer todos os esportes ou eSports que deseja apostar.

Também é importante entender o formato das competições de eSports em que pensa apostar. Novamente, isso ajuda a tomar boas decisões de apostas. Existem literalmente centenas de torneios e ligas em todo o mundo, mas provavelmente é melhor se concentrar nos maiores para começar. Aqui está uma lista dos concursos de eSports de maior perfil no momento.

Call of Duty World League (CWL)
Campeonato Mundial de League of Legends (LoL)
Copa do Mundo de Fortnite 2020
HALO Campeonato Mundial
IEM Katowice
PUBG Campeonato Mundial
The Overwatch League

É legal apostar no eSports no Brasil?

Sim, se você mora no Brasil, pode apostar 100% em esports e quaisquer outros eventos esportivos ou de corrida nos sites de apostas online que recomendados pela BettingPro. A legislação atual sobre jogos de azar no país é restritiva para os operadores, não para os apostadores.

O governo brasileiro tentou, sem sucesso, banir completamente o jogo online na última década. Em 2008, a primeira tentativa de aprovar uma lei proibindo apostas com dinheiro real na Internet falhou, assim como uma tentativa em 2009 de forçar os provedores de serviços da Internet a impedir seus clientes de acessar sites de apostas no exterior. Em 2010, o governo brasileiro não impediu seus cidadãos de processar transações relacionadas a jogos de azar online, embora desde 2011 o governo proibisse transações de apostas esportivas online processadas por meio de cartões de crédito e débito.

O Congresso brasileiro debateu as proibições atuais e ocorreram muitos desenvolvimentos que podem alterar as leis de jogos on-line existentes no futuro próximo. Desde 2014, o Projeto de Lei no 186, do Senado, tem como objetivo autorizar e regular a exploração de jogos de azar por empresas privadas, que incluem apostas esportivas online. Basicamente, se for bem-sucedido, o Brasil poderá ver um mercado totalmente regulamentado de e-sports e apostas esportivas abrir sem a ambiguidade legal.

Portanto, é perfeitamente seguro para os brasileiros apostar no e-sports em sportsbooks online da UE licenciados e regulamentados offshore, enquanto o país age em conjunto. Os brasileiros que apostam no esports, tanto no computador quanto no celular, nunca são punidos com multas ou multas e não houve incidentes de alto nível registrados publicamente que levassem as pessoas a pensarem o contrário.

Métodos de pagamento de depósito e retirada em sites de aposta brasileiros

Na maioria das apostas esportivas, recomendamos que os apostadores brasileiros de eSports registrem uma conta que ofereçam uma variedade de métodos de pagamento seguros e confiáveis ​​globalmente, como transferência bancária, cartões de crédito e débito, além de opções locais populares no Brasil, como AstroPay e Boleto Bancario.

Devido a projetos de emenda recentes apresentados por senadores brasileiros, como o senador Ciro Nogueira, que querem proibir os bancos brasileiros e outras instituições financeiras de processar transações on-line de seus clientes, geralmente recomendamos a todos os jogadores brasileiros que desejam apostar no esports com o mínimo de barulho possível. É possível usar métodos de pagamento alternativos tão seguros quanto as opções tradicionais. Estes incluem:

Criptomoedas: Bitcoin, Litecoin e Unikoin
Carteiras digitais / e-Wallets: Neteller, PayPal, Skrill
Cartões pré-pagos e serviços on-line: AstroPay, Paysafecard.